Acácia Amarela – a Árvore dos Maçons


Acácia-mimosa de nome científico, Acacia podalyraefolia A.Cunn, muitas pessoas acreditam que da madeira da acácia que tenha sido feita a cruz em que Jesus Cristo foi crucificado ha também a crença que a arca de noé e a arca da aliança teriam sido feitas de madeira de acácia. É uma árvore que tem uma forte ligação mistica com a cristandade e com o judaísmo a Maçonaria adotou essa árvore como seu símbolo e é também possivel encontrar folhas de acácia em muitas pinturas renascentistas e da antiguidade, talvez pela beleza de sua flores talvez pelo fato de ser um árvore caducifólia, que perde as folhas e depois floresce com muito vigor suas flores amarelas.   É uma árvore que simboliza a pureza, imortalidade e ressurreição, é o símbolo oficial da Maçonaria.

A Acácia na Lenda de Hiram Abif

“…, conduziram-no, ao cair da noite, para o Monte Moriah, onde o enterraram, assinalando a sepultura com um ramo de acácia.” (Ritual de Mest\).

“Quando, extenuados, os exploradores chegaram ao local de encontro, seus semblantes desencorajados só expressaram a inutilidade de seus esforços. ….Caindo literalmente de fadiga, (um) …. Mestre tentava agarrar-se a um ramo de acácia. Ora, para sua grande surpresa, o ramo soltou-se em sua mão, pois havia sido enterrado numa terra há pouco removida.” (Oswald Wirth).

“Os Mestres que foram na procura do Mestre Hiram Abif, encontraram um monte de terra que parecia cobrir um cadáver, e terra recentemente removida; plantaram ali um ramo de acácia para reconhecer o local. Conforme outra versão, a acácia teria brotado do corpo do Respeitável Mestre morto, anunciando a ressurreição de Hiram”. (Manual de Instrução para o Grau de M\ M\ da Gr\L\ de Chile).

Mesmo que a morte de Hiram Abif seja um dos fatos mais importantes dentro da ritualística do 3º Grau, não resulta estranho que existam diferentes versões derivadas de diferenças nas  traduções tanto da Bíblia como de antigos Rituais maçônicos. Mas todos eles coincidem com que na sua sepultura surge um ramo de acácia.

A Acácia na Antigüidade

 

Os povos antigos tiveram um respeito extremado pela acácia chegando a ser considerado um emblema solar porque suas folhas se abrem com a luz do sol do amanhecer e se fecham ao desaparecer o sol no fim do dia; sua flor imita o disco solar. Para os egípcios era uma árvore sagrada como, igualmente para antigas tribos árabes. O sentimento dos israelitas pela acácia começa com Moisés, quando na construção dos elementos mais sagrados é utilizada á acácia (Arca, Mesa, Altar) pélas suas características de resistência á putrefação.

A Acácia na Bíblia

 

“Plantarei no deserto o cedro, a árvore da sita, e a murta e a oliveira…” (Isaias 41:19). Como já temos visto no hebraico, shitat é o singular de acácia, mas na versão da Bíblia de João Ferreira de Almeida é traduzido como sita. Aliás, sita não aparece no Dicionário Brasileiro da Mirador.

“Também farão uma arca de madeira de cetim…” (Êxodo 25:10)

“Também farás uma mesa (dos pães da proposição) de madeira de cetim…” (Êxodo 25:23)

“Farás estes varais (para transportar a mesa) de madeira de cetim…” (Êxodo 25:28)

“Farás também as tábuas para o Tabernáculo de madeira de cetim…” (Êxodo 26:15)

“Farás também cinco barras de madeira de cetim …” (Êxodo 26:26)

“E o porás sobre quatro colunas de madeira de cetim …” Êxodo 26:31)

“E farás para esta coberta (do Tabernáculo) cinco colunas de madeira de cetim …” (Êxodo 26:37)

“Farás também o altar de madeira de cetim …” (Êxodo 27:1)

“Farás também varais para o altar, varais de madeira de cetim …”(Êxodo 27:6)

Aqui João Ferreira de Almeida usa a expressão madeira de cetim e, conforme o Dicionário Brasileiro da Mirador cetim deriva do árabe zaituni e serve para designar um tecido de seda ou algodão macio e lustroso. Considerando que os estudiosos concordam que a Arca, a Mesa e o  Tabernáculo foram construídos com acácia que existia no deserto (Isaias) por ser imputrescível, incorruptível e inatacável pelos predadores naturais, acreditamos que madeira de cetim é, no significado correto, madeira de acácia. Não poder-iam elementos de sustentação ou de transporte serem construídos com seda.

“E acamparam-se junto ao Jordão, desde Bete-Jesimote até Abel-Sitim …” (Números 33:49)

Abel-Sitim no hebraico significa Vale das Acácias lugar que ficava 40 kms ao sul de Bete-Sita, mas não aparece nos Atlas modernos.

“… e o exército fugiu para Zererá, até Bete-Sita …” (juizes 7:22)

Bete-Sita no hebraico significa Lugar da Acácia que no Atlas moderno aparece localizado no paralelo 32 e 30’ ao lado do rio Jordão.

A Bíblia é rica em alusões da madeira de acácia dando para ela usos sagrados o que, por sua vez, a converte em uma árvore sagrada.

A Acácia na Maçonaria

 

Na parte final da cerimônia de Exaltação, o Orador dirigindo-se ao novo Mestre convida-o a “… não parar na senda do progresso e da perfeição, porque A A\ M\ É C\”. Estas palavras lembram que a acácia tem sido consagrada como um importante símbolo no 3º Grau, mantendo uma tradição dos tempos antigos porque por sua característica de imputrescível simboliza a imortalidade da alma.

Também quando o Resp\ Mest\ pergunta ao Ven\ Ir\ 1er Vig\: “Sois M\ M\” e o interpelado responde: “A A\ M\ É C\” ele estabelece de imediato sua qualidade de M\ o que, conforme Oliver, equivale a dizer “tendo estado na tomba, he triunfado levantando-me dentre os mortos e, estando regenerado, tenho direto a vida eterna”.

A interpretação simbólica e filosófica da planta sagrada é riquíssima e lembra a parte espiritual que existe dentro de nós que, como uma emanação de Deus, jamais pode morrer. A acácia é, simplesmente, a representação da alma e nos leva a estudar seriamente nosso espírito, nosso eu interior e a parte imaterial da nossa personalidade.

Outra importante significação simbólica da acácia foi dada por Albert Gallatin Mackey (1807 – 1881) e por Bernard E. Jones (falecido em 1965) e que ressalta a Inocência; o grego akakia é usado para definir qualidade moral, inocência e pureza de vida. E do maçom, que já conhece a acácia, é esperada uma conduta pura e sem máculas.

Quando a Mac adotou a acácia em seus rituais? Certos rituais do séc. XVIII não fazem nenhuma alusão a ela e, menos ainda, a fórmula acima citada e tão conhecida de todos nós. A obra “Regulateur du Maçom” (Heredom) de 1801 transcreve a fórmula e em alguns rituais aparecem reproduções do quadro da Loja de Mestre, onde a acácia pode estar representada sobre um montículo ou sobre o esquife do Mestre Hiram Abif. É muito mais tarde que começam a aparecer explicações sobre a acácia, por exemplo, no “Recueil Précieux de la Maçonnerie Adonhiramita” de 1787. Também na obra “L’Ordre dês Franc-Maçons Trahi e Leur Sécret Revele” do Abade Péréau (1742) a acácia é mencionada amplamente e reproduzida no Painel. Resumindo, F. Chapius (1937) estima que a acácia nasce em nosso simbolismo junto com a Maçonaria especulativa.

Para terminar, das quase 600 espécies de acácia que existem a maçonaria tem incorporado em seus rituais a Robinia (ou Robinier) mais conhecida como falsa acácia, mas qualquer variedade que for usada não tira em absoluto o simbolismo do ritual.

A acácia-mimosa é uma árvore da família das leguminosas de origem australiana muito usada para a ornamentação. Porém é necessário se ter alguns cuidados por se tratar de uma planta bastante frágil. É possível encontrar de 120 a 130 espécies diferentes de acácias em todo o mundo, com exceção da Europa e Antártica. Não é uma árvore muito duradoura, chegando a apenas 15 anos de vida.

Pode chegar a até 6 metros de altura e também é conhecida como chuva de ouro.

images transferir

Acácia-Mimosa

Acácia-Mimosa

Dicas para o Cultivo da Acácia-Mimosa

Sua plantação é realizada através da semente e pode ser feita em vasos ou em sacos apropriados para plantação. É uma planta própria para climas mais frios, porém ensolarados e começa a florescer depois de dois anos do seu plantio.

O solo ideal para a acácia-mimosa é o argiloso e arenoso, recomenda-se que seja plantada em jardins, praças, ruas ou qualquer outro local com bastante sol. Por ser uma planta baixa não compromete a passagem de fios elétricos, por exemplo. Deve-se fazer a poda da árvore após o período de floração que se inicia em abril.

É bastante usada na ornamentação por causa de suas folhas em tom acinzentado e por florir quando a maioria das outras árvores está sem flores. Seus ramos também são usados para fazer arranjos florais.

Dicas Para Ter Um Jardim Bonito o Ano Todo

Fique sempre atento com a umidade da terra e nunca se esqueça de regar suas plantas, principalmente em épocas de pouca chuva, mas sempre evitando molhar excessivamente flores e folhas. Cuide para que a água esteja em temperatura ambiente e as plantas não sofram um choque térmico.

As plantas precisam de ambientes frescos e iluminados, mas isso não significa que elas possam ficar expostas muito tempo ao sol forte e a muito vento, tudo deve ser moderado. E nunca se esqueça de sempre retirar as folhas secas.

Se suas plantas estiverem em vasos de cerâmica será necessário um pouco mais de água por se tratar de um material poroso e bastante absorvente, os vasos de plástico devem ser evitados porque podem ressecar e quebrar. A opção natural mais viável são os vasos em fibra de coco, que além de fazer bem para as plantas, ainda são mais bonitos.

Quanto à adubação, prefira a orgânica, além de não oferecer nenhum risco a quem aplicar o adubo em suas plantas, ainda irá protegê-las de vários danos. O adubo orgânico combate às pragas de forma natural e sem nenhum tipo de produto químico.

Com apenas alguns cuidados você terá não apenas sua acácia-mimosa sempre bonita, mas também todas asflores do seu jardim.

Por Heloisa Prado

fonte:http://flores.culturamix.com/flores/acacia-mimosa

BIBLIOGRAFIA

 

Siete e más ….                     Juan Agustín González M.(1955)

Manual do Gr\ de M\             G L de Chile (1970)

Ritual do Terc\ Gr\                Mac\ Simb\ do Brasil (1975)

Árvores e seus simbolismos      Descartes de Souza Teixeira (Revista A Verdade, GLESP, Jan/Feb 1995)

A Simbólica Maçônica             Jules Boucher (1996)

4 comentários sobre “Acácia Amarela – a Árvore dos Maçons

  1. Cara Heloisa Prado…Li e reli o texto de como cultivar a bela planta acacia…
    adoro plantas de todas as espécies…e chego a ficar um ano estudando suas reaçoes qto.a local ideal em casa…
    luminosidade…qtde.de água…se gostam de vento…ou sol…já salvei plantas de folhas raquíticas até chegarem a folhas bem graúdas…
    A acacia tem as folhas belas que lembram coroa de rei…suas flores sao um encanto …lembram uma joia rara…
    Beijos…

    Digelane

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que bom que você gostou do post Digelane eu também sou apaixoando por esta árvore só sinto ele não ser brasileira, quando a do meu quintal está florida não canso de olhar para ela é um espetáculo sobretudo porque ela escandolosa e faz questão que todo mundo note quando ele abre suas flores.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá, tenho uma especie dessa no meu quintal, mas a um ano ele começou a apresentar umas manchas cinzas nas folhas e no tronco, a casca parece quebradiça, como se estivesse secando e descascando . Sabe oque pode ser ? Obrigado

    Curtido por 1 pessoa

  4. ADOREI A MATERIA. JA TIVE UMA NA FRENTE DE CASA E FUI OBRIGADO CIRTA-LA MAS AGORA TO CUIDANDO DE UMA UMA OUTRA MUDA EM LOCAL MELHOR E NAO VEJO A HORA DE VE-LA FICAR TODA AMARELA…. LUIZ

    Curtido por 1 pessoa

Gostou deste post, então da um like e comenta. Vlw :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s