O homem que servia para nada!


Acometido de paralisia lnfantil desde o nascimento, fenda palatal, lábio leporino, paralisia cerebral, espinha bífida e esquemia lateral amiotrófica, ELA, condenado a ser um párea sua vida mudou ao ser entregue por sua família em um mosteiro Beneditino lá ele se tornou um dos maiores intelectuais do seu século: músico, compositor, matemático, astrônomo, teólogo, filósofo e legou ao mundo muitos conhecimentos inclusive músicas classicas como: Adeste Fidélis. Na época do seu nascimento amigos e vizinhos da família diziam que ele seria um “homem serviria para nada” e que Deus o condenou a morte, porém Deus mudou sua sorte e ainda hoje somos influenciados pelas conquitas do homem que serviria para nada.

Hermano nasceu em 1013, era filho de um conde (earl) de Altshausen e foi acometido pela paralisia infantil ainda criança. Tinha ainda o palato fendido, paralisia cerebral e, diz-se, espinha bífida[3]. Baseado nas evidências, porém, estudos mais recentes indicam que Hermano provavelmente tinha ou esclerose lateral amiotrófica ou atrofia muscular espinal.[4][5] Seja como for, Hermano tinha grandes dificuldades para se movimentar e mal podia falar. Aos sete, foi colocado num mosteiro beneditino por seus pais, que já não conseguiam mais cuidar dele. Em meio aos monges, cresceu e desenvolveu grande paixão pela teologia e pelo mundo à sua volta.

Aos vinte, Hermano tornou-se monge e passou o resto de sua vida na Abadia de Reichenau, que fica numa ilha no Lago Constança[6] . Contribuiu para as quatro artes do quadrivium e era um renomado compositor (entre suas obras sobreviventes estão ofícios em homenagem a Santa Afra e São Wolfgang). Escreveu um tratado sobre a ciência da música, diversas obras sobre geometria e aritmética, além de tratados sobre astronomia (incluindo instruções para a construção de um astrolábio, na época uma grande novidade na Europa ocidental). Como historiador, escreveu uma detalhada crônicaabrangendo o período entre o nascimento de Cristo e sua época, compilando numa única obra pela primeira vez os eventos do primeiro milênio até então espalhados em diversas crônicas, ordenando-os de acordo com os anos da era cristã. Um de seus discípulos, Bertoldo de Reichenau, continuou-a.

Hermano era fluente em várias línguas, incluindo o árabe, grego e o latim.[7] Também construiu instrumentos musicais e instrumentos astronômicos e ficou famoso por suas poesias. Quando ficou cego no final da vida, começou a escrever hinos, sendo o “Salve Rainha” (“Salve Regina”) o mais conhecido deles.

Hermano morreu em Reichenau em 24 de setembro de 1054. A Igreja Católica o reconheceu como beato em 1863.

https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Hermano_de_Reichenau

Gostou deste post, então da um like e comenta. Vlw :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s